SAC - ATENDIMENTO

(21) 2135 - 9544 | 99359-0077

E-mail: atendimento@sinprime.com

Quais os sensores de alarme adequados para a área externa do condomínio

Os sensores de alarme são equipamentos indispensáveis para a proteção do condomínio contra invasores. Mas poucas coisas são tão inconvenientes quanto sensores de alarme que disparam à toa. Além de incomodar os vizinhos, os falsos alarmes podem colocar em xeque todo o sistema de segurança pela falta de credibilidade. A boa notícia é que existem produtos de alta tecnologia que evitam esse tipo de problema. Conheça quais as diferenças e o tipo mais adequado de sensores de alarme para cada ambiente do condomínio.

A escolha assertiva dos melhores equipamentos deve agregar confiabilidade ao sistema. Mas mais importante que isso, deve manter o condomínio verdadeiramente protegido, com eficiência. Quer conhecer as opções disponíveis no mercado? Listamos os melhores sensores de alarme que atendem necessidades específicas dos espaços externos.

Como funciona um sensor de alarme

Em primeiro lugar, vamos entender como funciona o sistema de alarme. Os sensores de alarme são instalados no local a ser protegido, formando uma barreira virtual. Quando a área abrangida pelo sensor é violada por uma intrusão, o dispositivo informa a uma central de alarme, que pode ser monitorada ou não.

Pense em um condomínio, seja ele comercial ou residencial, e identifique quais são as áreas possíveis de serem invadidas por um sujeito mal intencionado. As principais formas de acesso são as portas, portões de garagem e o próprio perímetro do condomínio, geralmente protegido por muros. Estamos falando de áreas externas, certo? Então vamos ver que tipos de sensores de alarme se aplica nesses ambientes.

 

Sensores de alarme para ambientes externos

Uma solução no mercado são os sensores ativos de barreira que formam um perímetro virtual de proteção. Em formato de barras verticais, funcionam como uma cerca virtual. Podem ser instalados sobre muros, em toda a área externa do condomínio, ou em áreas menores, como portões de entrada ou grandes janelas. Os sensores ativos de barreira funcionam com um transmissor e um receptor que emitem feixes com sinal infravermelho. O alcance entre emissor e receptor pode chegar a 100 metros de distância. Quando esses feixes são interrompidos, a central de alarme é informada sobre a violação e ocorre o disparo de uma sirene.

Com design inovador, uma grande vantagem desses sensores de alarme é a valorização estética. O equipamento é bastante discreto, não agride o ambiente e o condomínio não fica parecido com uma prisão de segurança máxima. A área fica protegida sem fios aparentes. A fiação fica embutida e serve apenas para a comunicação com a central.

Cerca virtual pode ser instalada em cima dos muros

Para cumprir a função de uma cerca virtual, a Intelbras oferece a linha completa de sensores de alarme. Os sensores de barreira podem ser dual (dois feixes), quad (quatro feixes) e hexa (seis feixes). O número de feixes varia conforme a área em que se deseja instalar o sensor. O de dois feixes, por exemplo, é uma boa opção para instalação em cima do muro. O de quatro feixes vale para janelas ou portas grandes de vidro, enquanto o de seis feixes é adequado para portão grande ou entrada de garagem.

Um outro modelo de sensor ativo de barreira é menor em tamanho e tem custo mais acessível. Fabricado na cor preta, o sensor tem duplo feixe de infravermelho, com alcance de até 70 metrosentre emissor e receptor. Pode ser instalado em cima de muros ou até mesmo no entorno de piscinas. São muito úteis para prevenir acidentes com crianças que brincam perigosamente perto da água. Caso você precise abranger uma área maior, existe o sensor de barreira para longas distâncias: há modelos que podem alcançar até 110 metros de distância e é ideal para fechamento em perímetros empresariais.

Sensor antiesmagamento evita acidentes com veículos

Imagine a situação: você está entrando na garagem do condomínio e o portão começa a fechar. Por alguma razão, seu veículo desliga e seu carro fica parado no meio da passagem. O portão se aproxima perigosamente do capô do seu veículo e você começa a calcular o prejuízo na oficina.

Com o sensor de barreira antiesmagamento, você estará protegido contra esse tipo de acidente. Com formato arredondado e proteção contra raios ultravioleta, existe um sensor que cumpre essa função, com rápido tempo de resposta, equivalente a 0,05 segundos. É o modelo ideal para evitar acidentes com portões e cancelas, seja para condomínios residenciais ou comerciais.

Função PET Immunity evita disparos por animais de estimação

Se o ambiente que você deseja proteger é frequentado por um animal, não se preocupe, pois existe uma opção perfeita para essa situação. O sensor infravermelho passivo para uso externo é imune ao trânsito de animais com até 35 kg. É uma segurança reforçada contra disparos acidentais de alarme. Outra vantagem é a dupla tecnologia: microondas e infravermelho. Esse equipamento robusto é uma ótima opção para o hall de entrada do condomínio.

Scroll Up
WhatsApp chat